A saudade de quem mora longe de casa

Passou no vestibular em outra cidade, decidiu fazer um intercâmbio, viajar o mundo ou começar a vida em um outro lugar. As circunstâncias pouco importam, o que certamente todas essas situações aqui tem em comum, é a saudade que carregam.

A medida que passei a senti-la tão intensamente, também passei a valorizar mais as coisas que antigamente me passavam despercebidas por serem comuns ao meu dia a dia. A comida da mãe, os domingos no sofá, as conversas com os cachorros (e sentir o apoio deles em cada lambida), os momentos na mesa do café da manhã.

A saudade também me fez perceber o quanto minha mãe estava certa em tantas situações e o quanto suas broncas e ensinamentos foram importantes para eu estar onde estou e ser quem eu sou. Essa mesma saudade também fez o eu te amo ser uma frase mais frequente na minha vida. Não sei se por timidez, rotina ou mesmo achar que falar não era sempre necessário, isso não era comum antes da distância. Hoje, além do fato de não poder abraçá-los todos os dias, e só conseguir demonstrar esse amor com atos à distância e palavras, eu sinto que esse amor ficou ainda mais claro para mim.

Às vezes, a gente precisa estar em outro lugar, mudar de cenário para enxergar como somos privilegiados pelas pessoas que nos cercam. É como ver o mundo com outros olhos, acompanhar cada passo da vida de quem amamos por fotos no facebook, ouvir conselhos por whatsapp, ter longas conversas por skype, e ainda assim, valorizar cada um desses momentos e agradecer, pois, sem eles, a vida morando fora seria impossível.

Lembro da primeira vez em que minha mãe me mandou uma caixa com coisinhas do Brasil. Nunca me vi tão feliz com nenhum outro presente antes. As coisas passam a ter mais valor.

Viver algo incrível e desejar ter as pessoas que ama ali com você. Isso será quase sua nova rotina. Um aperto no peito ao ver algo que te faz lembrar deles, também.

Sentir saudade é uma prova de resistência diária, onde você engole o choro em algumas situações e, em outras, se descabela e chora até dormir. Mas depois você levanta, guarda a saudade em um lugar seguro e continua, sabendo que ela estará sempre ali e que, algumas vezes, ela vai doer mais do que em outras.

A verdade é que saudade é pra quem tem coragem. Coragem de encarar o desconhecido, de se arriscar e, acima de tudo, de viver.

livia1mom1

bielringao

jukall

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR:

Comente aqui